Últimas Notícias

Publicada em 04/02/2013 - 08h07
Por Da Redação

Familiares de político desaparecido fazem manifestação no Piauí

Com mais de 72 horas desde o desaparecimento. Amigos e parentes mobilizam a cidade de São Julião atrás de informações.


publicidade


Foto: Hamilton Rocha Familiares de político desaparecido fazem manifestação no Piauí Com cartazes e fotos, amigos e familiares de Emídio Reis pedem justiça

Familiares e amigos do ex-vereador Emídio Reis da Rocha (PMDB), fizeram uma manifestação por volta das 17h deste domingo (3) nas principais ruas da cidade de São Julião, localizada ao Sul do Piauí. Emídio foi candidato a prefeito do município na última eleição e está desaparecido desde quinta-feira (31), quando teve o último contato com sua família por volta das 19h30.

Vestidos de branco e percorrendo a cidade de São Julião, os parentes e amigos de Emídio pediam justiça e informações sobre o paradeiro do ex-vereador. Há aproximadamente 30 anos, o seu pai, que foi prefeito do município, foi encontrado morto após passar alguns dias desaparecido.

Andreza e Raul, filhos do ex-vereador, abriam a caminhada com a faixa que pedia paz. Nas mãos dos manifestantes, fotos de Emídio Reis, da última campanha eleitoral. O movimento reuniu mais de 800 pessoas.

“Nós ainda não temos nenhuma notícia dele. A família está investigando, mas nenhuma pista foi encontrada. Já são quase 72 horas que ele está desaparecido e a família pede que se alguém tem alguma informação que nos procure”, disse Nicomedes Karol da Rocha, sobrinho do ex-vereador.

Segundo a família o último contato de Emídio Reis, foi no dia 31 quando ele ligou para a sua namorada e avisou que estava saindo de Picos com destino à cidade de São Julião. Porém o ex-vereador não chegou ao município e o seu carro foi encontrado no trecho próximo a entrada do povoado Val Paraíso na BR-316. O veículo estava arrombado, com o porta-luvas aberto e sem os documentos.

De acordo com Nicomedes Karol, a Secretaria de Segurança do Estado destacou dois delegados do Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco) para cuidar do caso. Segundo ele um helicóptero está desde sexta-feira (1º) fazendo buscas pela região, mas ainda não há pistas do que possa ter acontecido.

A caminhada terminou em frente à Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, onde a multidão fez orações e clamou por justiça.

Fonte: Do G1 PI

Avaliação:

publicidade