Últimas Notícias

Publicada em 14/11/2015 - 10h57
Por Francisco Alves

Ataques terroristas em Paris na França deixam mais de 120 mortos

As explosões aconteceram perto de estádio onde jogam França e Alemanha. Oito terroristas foram mortos.


publicidade


Imagem: Reprodução UOL Ataques terroristas em Paris na França deixam mais de 120 mortos Ataques terroristas em Paris

Uma série de atentados possivelmente coordenados atingiram Paris na noite desta sexta-feira (13). De acordo com a Procuradoria de Paris, há mais de 120 mortos, cerca de 200 feridos, sendo 80 em estado grave. Todos os ataques foram em locais de grande concentração de pessoas: bares, restaurantes, uma casa de shows e o estádio nacional Stade de France.

Oito terroristas foram mortos, sendo que sete teriam detonado cinturões com explosivos antes de serem atingidos pela polícia, informou a agência de notícias francesa AFP. O o grupo denominado Estado Islâmico publicou neste sábado (14), um comunicado em que assumiu a autoria da série de atentados.

» Curta nossa Fanpage no Facebook

» Siga-nos também no Twitter

O presidente da França, François Hollande, decretou situação de emergência no país e fechou as fronteiras. "É um ataque sem precedentes", classificou. Os ataques são os mais mortais dos últimos 40 anos na Europa ao lado dos atentados lançados em 11 de março de 2004, em Madri.

Seis ataques em poucas horas

Entre as 21h15 e 21h20 no horário local (18h15 horário de Brasília), terroristas explodiram ao menos duas bombas nas proximidades do Stade de France, em Saint-Denis, onde o presidente francês, François Hollande, e mais 80 mil pessoas acompanhavam uma partida de futebol entre França e Alemanha.

Praticamente no mesmo horário, terroristas atiravam contra os espectadores de um show da banda Eagles of the Death Metal, na casa de espetáculos Bataclan. A casa abrigava ao menos 1.500 pessoas, mas grande parte teria conseguido fugir pela saída de emergência quando os terroristas atiravam com metralhadoras AK-47 contra a plateia. Ao menos 100 pessoas morreram na casa de shows, e três dos terroristas teriam explodido seus cinturões quando a polícia invadiu o local. 

Um restaurante cambojano, na rua Alibert, no 10º distrito da capital francesa, também foi atacado a tiros. No local, estavam dois brasileiros, que foram atingidos pelos disparos. Catorze pessoas teriam morrido neste ataque, segundo o jornal L´Observateur.

O restaurante La Belle Equipe, na rua de Charonne, também foi atingido por disparos, vitimando 18 pessoas, segundo as autoridades. Outros disparos aconteceram na Rua de La Fontaine (próximo à praça République) e Boulevard Voltaire. Cinco pessoas teriam sido vitimadas em uma pizzaria que fica na Rue de La Fontaine e uma pessoa morreu no ataque do Boulevard Voltaire, segundo o jornal L´Observateur.

As informações oficiais ainda apontam para 127 mortos, entretanto.

Dois brasileiros foram feridos nos ataques desta noite em Paris, disse à BBC Brasil a cônsul-geral do Brasil na França, Maria Edileuza Fontenele Reis. Eles estavam no restaurante Le Petit Cambodge, nas proximidades do Canal Saint-Martin, no 10° distrito da capital, um dos locais onde ocorreram tiroteios que deixaram dezenas de mortos e feridos em estado grave.

Um dos brasileiros feridos tomou três tiros nas costas e seu estado é bem grave, segundo a cônsul-geral. Ele está sendo operado. Ele é um arquiteto que está de passagem por Paris para eventos profissionais, segundo ela. Não há informações atualizadas sobre seu estado de saúde.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, lideraram um coro mundial de solidariedade à França, e o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, condenou os "ataques desprezíveis".


Fonte: Com informações da UOL


Tópicos: ataques, terroristas, Paris, mortos, feridos

Avaliação:

publicidade